Arquivos do Autor

Prof. Dr. Louremir R. Jeronimo

Doutor em Administração pela FGV-EAESP, mestre em Ciências Contábeis e Atuariais pela PUC-SP, tem MBA em Controladoria e Finanças pela FUNDACE/USP e é formado em Administração de Empresas pela PUC-SP. Sua experiência profissional se desenvolveu na área Financeira e de Controladoria, além de ter participado da implementação de sistemas de Planejamento Financeiro e Orçamentário em diversas empresas no Brasil e América do Sul.
Autor dos livros "Desempenho Corporativo – O alinhamento da TI com a gestão estratégica e financeira" e "Projetos de Tecnologia de Informação - Como Aumentar o Valor que o Uso de Tecnologia de Informação Agrega às Organizações", bem como de artigos nas áreas contábil, financeira e tecnologia da informação voltada para planejamento financeiro. Autor do Blog www.orcamentoempresarial.com.

Contabilidade Gerencial e Financeira: As Duas Visualizações das Informações

A atividade de planejamento é fundamental para uma boa gestão empresarial, pois, sem ela, os caminhos seguidos e os resultados alcançados podem não ser os melhores. Para obter os seus benefícios esperados, as empresas devem possuir adequados processos de controle, os quais dependem de informações confiáveis e fazem com que a contabilidade se torne fundamental. Este artigo apresenta as diferenças entre a contabilidade financeira e gerencial.

Anúncios

Como Elaborar o Balanço Patrimonial Orçado

O Balanço Patrimonial orçado é um relatório muito importante para o planejamento financeiro empresarial, pois, através de suas projeções pode-se avaliar diversas consequências da estratégia adotada pela empresa. Apesar de sua importância, é um relatório que nem sempre é projetado devido à dificuldade de modelagem. Este artigo descreve as principais características da elaboração do Balanço Patrimonial Orçado, bem como o relacionamento com as diversas etapas do orçamento empresarial.

Por Que Tantas Empresas Encerram Suas Atividades Em Até Dois Anos?

As micro e pequenas empresas têm grande importância na economia brasileira, tanto em relação à participação do PIB do país quanto em sua capacidade de geração de empregos. No entanto, cerca de 23% delas encerram suas atividades em até dois anos após a abertura. Este artigo analisa um importante motivo para esta alta taxa de mortalidade de empresas no país.

A Estrutura do Balanço Patrimonial Orçado

O Balanço Patrimonial orçado é uma peça orçamentária bastante relevante devido à sua função de permitir a reflexão sobre a posição financeira futura da empresa. É importante que este relatório possibilite a comparação de real versus orçado e a análise de sua atuação futura, com comparações com outras empresas do mesmo segmento. Este artigo apresenta a estrutura básica de um Balanço Patrimonial Orçado.

Indicadores Financeiros Importantes para Qualquer Negócio

Nesta semana fomos convidados pelo jornal O Estado de São Paulo para conversar sobre indicadores indispensáveis para a gestão de uma empresa. Este é um assunto complexo e que depende de diversos fatores, tais como, o porte da empresa, sua situação de momento, modelo de gestão adotado, entre outros. No entanto, existem alguns indicadores financeiros muito importantes e comuns a todos os negócios, tendo sido este o foco de nosso debate.

Atividades Operacionais, de Investimento e de Financiamento: A sua importância no Fluxo de Caixa Orçado

Um dos relatórios mais importantes para a gestão financeira de uma empresa é o seu Fluxo de Caixa Orçado pois a continuidade dos negócios depende da sua situação de caixa. Em sua elaboração, é importante que as movimentações sejam segregadas em atividades operacionais, de investimento e de financiamento, para que seja possível visualizar a origem da situação futura de caixa, decorrente da estratégia analisada no orçamento empresarial.

Como Elaborar a Demonstração do Resultado do Exercício (DRE) Orçada

A Demonstração do Resultado do Exercício (DRE) Orçada é um dos relatórios financeiros mais importantes do orçamento empresarial. A sua elaboração é composta por várias etapas que podem variar de acordo com o modelo de gestão da empresa. Este artigo apresenta as principais fases e como elaborar a demonstração de resultado do exercício (DRE) orçada.