Categoria: Conceitos Financeiros e Contábeis

No Real Versus Orçado, Variações de Pequenas Contas Devem Ser Justificadas?

Uma das atividades mais comuns no processo orçamentário é o acompanhamento periódico de resultados e a geração de relatórios de comparação entre valores reais e orçados. No entanto, é normal que sejam observadas variações com percentuais significativos mas em contas com saldos irrelevantes quando comparadas ao resultado gerado pela empresa. Este artigo discute a necessidade de justificar estas variações.

Anúncios

Contabilidade Gerencial e Financeira: As Duas Visualizações das Informações

A atividade de planejamento é fundamental para uma boa gestão empresarial, pois, sem ela, os caminhos seguidos e os resultados alcançados podem não ser os melhores. Para obter os seus benefícios esperados, as empresas devem possuir adequados processos de controle, os quais dependem de informações confiáveis e fazem com que a contabilidade se torne fundamental. Este artigo apresenta as diferenças entre a contabilidade financeira e gerencial.

A Estrutura do Balanço Patrimonial Orçado

O Balanço Patrimonial orçado é uma peça orçamentária bastante relevante devido à sua função de permitir a reflexão sobre a posição financeira futura da empresa. É importante que este relatório possibilite a comparação de real versus orçado e a análise de sua atuação futura, com comparações com outras empresas do mesmo segmento. Este artigo apresenta a estrutura básica de um Balanço Patrimonial Orçado.

Utilizando o Balanced Scorecard em Pequenas e Médias Empresas

O Balanced Scorecard (BSC) é um conceito usado para apoiar a definição e implantação da estratégia empresarial. Muitos gestores de pequenas e médias empresas, consideram haver grande dificuldade para sua utilização em seu negócio. Este artigo demonstra como utilizar este conceito em pequenas e médias empresas.

Indicadores Financeiros Importantes para Qualquer Negócio

Nesta semana fomos convidados pelo jornal O Estado de São Paulo para conversar sobre indicadores indispensáveis para a gestão de uma empresa. Este é um assunto complexo e que depende de diversos fatores, tais como, o porte da empresa, sua situação de momento, modelo de gestão adotado, entre outros. No entanto, existem alguns indicadores financeiros muito importantes e comuns a todos os negócios, tendo sido este o foco de nosso debate.

Atividades Operacionais, de Investimento e de Financiamento: A sua importância no Fluxo de Caixa Orçado

Um dos relatórios mais importantes para a gestão financeira de uma empresa é o seu Fluxo de Caixa Orçado pois a continuidade dos negócios depende da sua situação de caixa. Em sua elaboração, é importante que as movimentações sejam segregadas em atividades operacionais, de investimento e de financiamento, para que seja possível visualizar a origem da situação futura de caixa, decorrente da estratégia analisada no orçamento empresarial.

A Projeção de Perdas no Orçamento Empresarial

Em processos produtivos, é natural que sejam identificados diversos tipos de perdas na execução de suas atividades. No entanto, quando estas são analisadas sobre a perspectiva contábil, podem ser classificadas em dois tipos, as consideradas normais e as anormais. Este artigo analisa o tratamento destes gastos no orçamento empresarial.

Por que o critério de movimentação contábil PEPS geralmente não é utilizado?

No processo contábil existem alguns critérios de movimentação de estoques que apresentam características e impactos distintos nos relatórios financeiros das empresas, entre eles o PEPS (Primeiro a Entrar, Primeiro a Sair). Este artigo apresenta a razão pela qual este método é, normalmente, pouco utilizado.

A Identificação de Custos Diretos e Indiretos

A compreensão dos custos de uma empresa, bem como o seu comportamento, é fundamental para a realização de uma boa gestão dos negócios. O entendimento das estruturas de custos das organizações é importante para a decisão sobre a metodologia mais adequada para apuração do custo total, o que tem impacto direto em decisões importantes como preços e continuidade. Este artigo esclarece os conceitos de custos diretos e indiretos em produtos e serviços.

Impactos da Instrução Normativa RFB nº 1.771/2017 no Orçamento Empresarial

Em 20 de dezembro de 2017 foi publicada a Instrução Normativa nº 1.771, que teve o objetivo de definir procedimentos de escrituração em virtude das disposições do Pronunciamento técnico CPC 47 – Receita de Contrato com Clientes, o qual foi publicado em decorrência do IFRS 15. Em virtude desta instrução algumas empresas devem rever as suas regras de projeção de tributos no orçamento empresarial.

OPEX e CAPEX – O Direcionamento dos Gestores no Orçamento Empresarial

Em processos de negociações comerciais, são comuns os casos de empresas que afirmam possuírem verba aprovada para a contratação de OPEX, enquanto outras dizem o mesmo para CAPEX. Este artigo apresenta as diferenças entre estes dois conceitos e analisa um possível motivo para o direcionamento destes gastos no orçamento empresarial.