Anúncios

Arquivos do Autor

Prof. Dr. Louremir R. Jeronimo

Doutor em Administração pela FGV-EAESP, mestre em Ciências Contábeis e Atuariais pela PUC-SP, tem MBA em Controladoria e Finanças pela FUNDACE/USP e é formado em Administração de Empresas pela PUC-SP. Sua experiência profissional se desenvolveu na área Financeira e de Controladoria, além de ter participado da implementação de sistemas de Planejamento Financeiro e Orçamentário em diversas empresas no Brasil e América do Sul.
Autor dos livros "Desempenho Corporativo – O alinhamento da TI com a gestão estratégica e financeira" e "Projetos de Tecnologia de Informação - Como Aumentar o Valor que o Uso de Tecnologia de Informação Agrega às Organizações", bem como de artigos nas áreas contábil, financeira e tecnologia da informação voltada para planejamento financeiro. Autor do Blog www.orcamentoempresarial.com.

Custo de Mão de Obra – Analisando a dúvida do Ponto de Equilíbrio

O gasto com mão de obra é um assunto que constantemente gera dúvidas na análise gerencial, principalmente quanto a ser considerado como fixo ou variável. Normalmente esta situação decorre do fato de haver confusão entre os conceitos de folha de pagamento e custo direto de mão obra. Este artigo esclarece a análise do ponto de equilíbrio levando-se em consideração o custo com pessoal.

A Identificação de Custos Diretos e Indiretos

A compreensão dos custos de uma empresa, bem como o seu comportamento, é fundamental para a realização de uma boa gestão dos negócios. O entendimento das estruturas de custos das organizações é importante para a decisão sobre a metodologia mais adequada para apuração do custo total, o que tem impacto direto em decisões importantes como preços e continuidade. Este artigo esclarece os conceitos de custos diretos e indiretos em produtos e serviços.

Orçamento de Receita – Mais que um exercício de imaginação, uma definição de metas

O orçamento de receita é uma etapa muito importante do processo orçamentário pois a partir dele, normalmente, são gerados todos os outros planejamentos da organização. Esta etapa não é um mero exercício de imaginação sobre o futuro do negócio, mas o resultado de uma ampla avaliação do mercado, utilização de técnicas de projeção e negociação das metas a serem atingidas para a execução da estratégia definida para a empresa.

Impactos da Instrução Normativa RFB nº 1.771/2017 no Orçamento Empresarial

Em 20 de dezembro de 2017 foi publicada a Instrução Normativa nº 1.771, que teve o objetivo de definir procedimentos de escrituração em virtude das disposições do Pronunciamento técnico CPC 47 – Receita de Contrato com Clientes, o qual foi publicado em decorrência do IFRS 15. Em virtude desta instrução algumas empresas devem rever as suas regras de projeção de tributos no orçamento empresarial.

Os Dez Tipos de Processos e Orçamentos Empresariais

Nas organizações podem ser encontrados diversos processos e tipos de orçamentos empresariais. É muito importante para os profissionais atuantes tanto nas áreas financeiras quanto de planejamento e controle, que conheçam as suas principais características para que possam escolher a melhor estrutura para o seu negócio. Este artigo faz uma breve descrição de cada um, procurando destacar as suas principais particularidades.