Análises Gerenciais

Utilizar o Orçamento Flexível Não Significa Flexibilizar Metas

Orçamento Flexível e Metas

Fonte da imagem: https://www.pexels.com

Existem dez processos e tipos de orçamentos, os quais apresentam características específicas e cumprem  diversos papeis para apoiar a gestão empresarial.

Uma dúvida recorrente em relação aos tipos de orçamentos empresariais se refere à utilização do orçamento flexível. Muitas vezes, seu uso é compreendido como uma prática que permite a flexibilização de metas dos gestores, o que é um conceito equivocado.

O orçamento flexível segue um processo diferente do estático no acompanhamento real versus orçado. Na verdade, ao invés de promover a comparação do realizado com valores projetados no ano anterior, os quais foram calculados com base em uma expectativa de atividade, ele atualiza as estimativas considerando o real volume praticado pela empresa no período, propiciando uma análise baseada em cenários equivalentes. Este processo elimina distorções, pois permite que pontos de ineficiência sejam destacados e variações normais, decorrentes de divergências no volume de atividade, sejam eliminadas.

A utilização do orçamento estático, por sua vez, tem objetivos determinados na gestão empresarial, tais como:

  • Ser parâmetro para acompanhamento da expectativa dos investidores: em grandes organizações as projeções orçamentárias são derivadas do planejamento estratégico, o qual é discutido e negociado com o conselho/investidores. A sua projeção representa a expectativa destes quanto à geração de resultado como consequência do investimento no negócio. A manutenção dos valores orçados de maneira fixa é a referência para que se seja possível avaliar se a operação está ocorrendo de acordo com os compromissos assumidos;
  • Ser base para a avaliação de desempenho: também derivado da expectativa do conselho/investidores, são estabelecidas metas e indicadores de desempenho para os gestores da organização. O objetivo é que exista incentivo e coordenação das ações para que as expectativas definidas sejam atingidas. Desta maneira, a manutenção das projeções originais se torna importante para a avaliação de desempenho destes executivos e para a definição de suas remunerações variáveis;

 

A utilização do orçamento flexível tem foco na avaliação de desempenho, mas não significa que o processo de atualização do orçado tenha como consequência a alteração das metas dos gestores. A avaliação de desempenho dos gestores, normalmente, é vinculada à estratégia definida pelos proprietários, alta direção ou mesmo conselho de uma empresa, a qual é desdobradas em objetivos e metas para a organização.

Desta forma, quando o orçamento anual é aprovado, há uma descrição da expectativa de atuação da empresa, a qual os gestores devem buscar atingir para ter direito a remunerações variáveis.

O acompanhamento da execução desta estratégia e realização das metas deve ocorrer com base no orçamento estático. Isto para que possa ser verificado se as expectativas estão sendo atendidas e, caso contrário, identificadas as origens dos desvios em relação ao plano aprovado.

A não manutenção das metas estabelecidas no orçamento anual poderia levar à situação onde sempre haveria um desempenho aceitável na atuação dos gestores, independentemente do resultado da organização.

Assim, o entendimento de utilização do orçamento flexível como uma atualização de metas é um equívoco. O seu processo nada mais é que a revisão do orçamento de acordo com o volume de atividade real da empresa, tendo como objetivo permitir a compreensão mais precisa de sua atuação. As metas estabelecidas para os gestores devem ser mantidas e acompanhadas no orçamento estático, pois este reflete o compromisso assumido pela organização com os investidores.

 

Sobre o autor:

Louremir Reinaldo Jeronimo é  Doutor em Administração de Empresas pela Escola de Administração de Empresas de São Paulo, da Fundação Getulio Vargas – FGV EAESP. Professor convidado dos cursos de MBA do FGV Educação Executiva e FGV In Company (Saiba mais)

 

Artigos relacionados:

Os Dez Tipos de Processos e Orçamentos Empresariais

Como o Orçamento Flexível pode corrigir equívocos no acompanhamento real versus orçado

Orçamento Estático: Por que é um dos mais utilizados?

O orçamento empresarial e o seu papel

Como desdobrar a estratégia em metas orçamentárias

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s